quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Corrente de Reviews - Pretty Face

A forma criativa de não ser criativo.

Sejam todos bem-vindos ao Otaku Insides, blog dedicado à descontração e humor acima de tudo, tentando passar informações e opiniões de forma hilária... ou não, dependendo do ponto de vista. Assim, meu querido leitor, minha querida leitora, que estão conhecendo este espaço na net agora, tenha certeza que nem tudo é o que parece por aqui. Dito isso, vamos ao que interessa.

Na reta final da Corrente de Reviews, o Otaku Insides chega com sua contribuição para este grandioso evento. Se você não sabe o que é a CdR, devo dizer que você está alguns meses atrasado, mas como somos legais, vamos lhe dizer o que é: um blog indica à outro blog um anime ou mangá para ser analisado. No nosso caso, o blog vindo diretamente do Olimpo, Ecchi Must Die, nos indicou o mangá Pretty Face, e é dele que falaremos aqui. No final, nós estaremos indicando algo pra outro blog, e assim por diante.  Nesta brincadeira, muitas reviews já apareceram e você pode conferir tudo o que já saiu por aqui.



Pretty Face é um mangá de 2002, no estilo colegial/comédia/harém/ecchi, desenvolvido pelo ero-mangaká Yasuhiro Kano. A obra recebeu naquele ano diversos prêmios, como o... ér... hm..., bom, não recebeu nenhum prêmio. Seus 52 capítulos foram serializados na Weekly shõnen Jump de maio de 2002 a junho de 2003. Yasuhiro não tem nenhuma obra de destaque, mas aqui vou citar uma mais recente, chamada Kagami no Kuni no Harisugawa de 2011, um mangá shounen de comédia, com toques de sobrenatural e, advinhem, ecchi.

Minha primeira decepção veio quando estava ansioso demais para ver qual seria o anime que precisaria assistir e, tristemente recebi a indicação de um mangá. Como não o conhecia, fiquei triste ao ver que ele era comédia! Isso pode ser um choque para alguns, mas, pelo menos o N aqui, apesar de escrever em um blog otaku com teor (que deveria ser) humorístico, escrachado e com palavras de baixo calão, detesta comédia! Mas há coisas que não precisam ser ditam, e isto foi uma destas.



Esta foi a primeira imagem que veio na minha cabeça quando li o título Pretty Face. Depois que joguei estas duas palavras no Google Translater, pude perceber uma coisa: meu inglês é péssimo! Trazendo para o português, o mangá chama-se Rosto Bonito e você saberá o porque ao entender a estória: Masashi Rando é um estudante panaca metido à besta, brigão, karateka de primeira, que tem uma paixão por uma mocinha meiga (Rina Kurimi) e, acreditem, apesar de ser este machão todo não consegue se declarar. Sua vida  vira de ponta cabeça quando ele acidenta-se, entra em coma e fica com o rosto totalmente deformado, sendo dado como morto e todas as coisas tristes que você pode imaginar.

 

Entretanto, nem tudo está perdido e a coisa começa à ficar interessante agora: Rando foi para um hospital ter sua cara feia, que ficou mais feia, tratada por um médico chamado Manabe. Infelizmente, o médico não tinha a menor noção de como era o rosto de Rando, por isso, usa a foto de sua carteira como referência e monta o rosto fielmente à foto. Como o dr. Manabe é um ótimo profissional, o rosto de Rando ficou perfeito! Infelizmente ocorreu um pequeno problema: a foto que ele tinha na carteira era de Rina Kurimi, a sua secreta paixão. Imagine só a situação.

Quando sai do coma e começa a entender o que ocorreu ali, Rando se desespera. Como poderia viver daquele jeito? Mas como diz aquele ditado: há Manaus que vem pra Beléns, em uma andada pela cidade pra esfriar a (bela) cabeça, ele encontra com Rina (sua paixão), que o abraça, chora, fica feliz e tudo mais. Naquele momento, Rando descobre que Rina tinha uma irmã... gêmea... que foi embora. Mas que agora voltou, pra felicidade da meiga Rina... mesmo com uma surpresinha a mais. Agora, Rando irá morar na casa de Rina se passando pela irmã e todos acreditam que ele é realmente uma mocinha.

Lendo tudo isso, você já consegue imaginar todas as confusões que virão à seguir, certo? É, realmente parece promissor, engraçado e divertido, mas...

Pretty Face peca pela repetição. O autor extrai todas as maneiras possíveis de colocar Rando perto de ser descoberto, ou seja, praticamente tudo e todos vêm para arranjar uma maneira de descobrir o pirulito dele. Não darei exemplos pra não estragar a surpresa, ér, digo, a estória. O importante aqui é saber que, uma situação que ocorre no capítulo 10, por exemplo, pode vir no 20, mas com um plano de fundo diferente, porém, com o mesmo objetivo. E no 30 a mesma coisa se repete. Devo falar que, quando cheguei ao décimo capítulo, eu simplesmente já estava farto! Já não aguentava mais! Seis volumes com apenas 52 capítulos ficou parecendo infinito! Digo sinceramente que, se nosso post tivesse que ter tido feito meses antes, eu estaria ferrado!


Não dá pra negar que têm cenas até engraçadas, com aquele teor cômico e nonsense que japonês adora, mas, apesar disso ser natural num mangá de comédia, por eu já estar farto, tudo me parecia idiota demais! Porra, como não descobrem que ela é homem pela voz? Que bosta, como ninguém desconfia de uma mocinha vencendo um campeonato de queda de braço? Eu sabia que aquilo era pra ser idiota (afinal, escrevo pro Otaku Insides...), mas fiquei imune à isso, achando tudo um saco... ér, digo, chato pra cacete... ér, digo, ah, vocês entenderam!


Como dito, Pretty Face traz em si o harém, ou melhor falando, apesar de agora ser uma mulher, Rando viverá com suas amigas e, lógico, elas o verão como uma mulher. Assim, ele é convidado para falar de homens, ir à praia, tomar banho, tudo que um harém gosta de mostrar. Sinceramente, você se delicia e se diverte mais imaginando quais confusões poderiam vir do que lendo realmente.



Harém é sempre harém, por isso, nem preciso comentar muito sobre os personagens. Temos o de sempre: uma mocinha meiga, uma bruta, uma louca, uma retardada... Como é de se imaginar, não há evolução de personalidade em nenhum momento. Do começo ao fim, todos personagens, assim como a estória, são iguais. É deprimente!

O ecchi, lógico, está presente, mas achei-o até comportado. Algumas vezes você passa por vários capítulos sem ver calcinhas, que é só o que se vê, o que também pode frustrar alguns safadenhos de plantão.


Por fim, temos a arte, que também não tenho muito o que comentar: desenhado de forma escrachada, o que já se é imaginado por se tratar de uma comédia. Não temos nada que se destaque ou atrapalhe. Tudo está lá pra (tentar) te fazer rir e este é o único objetivo. Neste sentido, o ecchi se enquadra aqui também: apesar de sexys, é pra você rir, nada diferente disso.


Um aspecto que me agradou (aleluia! Aleluia!) foi o fato da maioria dos capítulos serem fechados, com estórias separadas que começam e terminam no mesmo capítulo. Claro, temos algumas exceções. Outra coisa, praticamente todos têm apenas 20 páginas. Tudo isso ajuda aqueles leitores mais casuais, aqueles que querem ler algo lá de vez em quando.

Concluindo, Pretty Face é um mangá que conseguirá tirar algumas risadas dos menos exigentes, ainda mais se comédia entra na sua lista de preferidos. Mas é provável que se canse muito cedo! Após pesquisar, vi que há muitas pessoas que adoraram a obra, por isso, quem sabe você não pode ser mais um. De qualquer forma, eu, o N, NÃO indico. Leia por sua conta em risco.

Apenas uma rápida consideração: o blog anterior recomendou outras duas obras que acabaram não vindo como opção: Futari Ecchi e Danshi Koukousei no Nichijou. Por sorte, destas três apenas Pretty Face não conhecia. Seja como for, mais sorte ao Otaku Insides no ano que vem!

 



Bom, esta foi nossa contribuição para a Corrente de Reviews. O show não pode parar, por isso, passamos o bastão para o Argama, blog este que, particularmente, está entre meus favoritos. Pensando desta forma, a responsa foi grande!

Num primeiro momento, o anime Shigurui era a opção, pois trazia uma trama densa e sanguinolenta, esta última característica foge do que o blog normalmente analisa, então, seria interessante. Mas o anime que vão analisar é o Arakawa Under the Bridge, obra que conquistou a muitos e, por isso mesmo é indicado: o que a crítica do blog acha? Esta idolatria toda faz jus à obra? Sim, o anime já foi indicado para a Corrente de Reviews deste ano, infelizmente, mas isso não tira o brilho da bela análise que vamos acompanhar, tenho certeza!


É isso, o lindo N aqui pede seus comentários abaixo. E até o ano que vem, quem sabe, para uma nova participação deste maravilhoso, sensacional e humilde blog feito por um bando de retardados! Oh, desaforo! ¬ ¬


Ao assíduos do blog, creio que as bostas de hiatos estão no fim, ou como diria num inglês, STOP WITH THE EMD SHIT! XD

Abraços!

16 comentários:

  1. Hiato Finalizado só no mangá De HxH PQP Como toh feliz, Brigado Senhoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooor é para louvar de pé igreja

    HxH
    HxH
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    Fiquei tão feliz que gozei, digo chorei...

    By A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora falando da review, é né, é melhor fazer review de algo que se goste, tirando isso de boa na lagoa

      Excluir
  2. Acabou os hiatos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. sim p. e a vida? tudo bem? mudou até a conta? quer um café? desistiu do blog? muitas ppks?

      By A

      Excluir
  4. hiatos no fim? pegadinha do malandro, mais um mês sem otaku insides

    by A Depressivo

    ResponderExcluir
  5. Greetings N!


    Resolveu abreviar a Corrente de Reviews(CdR)?Não surpreende por causa da natureza de "(...)blog dedicado à descontração e humor acima de tudo, tentando passar informações e opiniões de forma hilária... ou não, dependendo do ponto de vista.(...)".E em adendo,começar pelo nº 36,segundo minhas contas,e conforme as desistências e alterações de rota tipo One Piece.

    Se não recebeu prêmios,deve ter recebido "homenagens",se é que me fiz entender. ¬¬ A literatura do Ero-Sennin,uma literatura descritiva e baseada 'nas intensidades' dos diálogos(??),correlações lógicas,mas bem diferente do dizer que é avesso à comédias,"desconstruir" o que é dito mais "sério",soa mais divertido,não?Mais méritos pra quem o pode fazer(??).No entanto teve 3 opções(Todas comédias :p): Pretty Face,Futari Ecchi ou Danshi Koukousei no Nichijou.
    *'Errata' próxima ao fim da dissertação*

    Na referência,ao menos teve "Face",metade do caminho acertado. oO Mais ou menos como o equívoco da certeza de "o batedor ser 'o pegador'".No Japão,a vida amorosa dos delinquentes não é tão simplificada... Se o estereótipo "bishounen" fosse menos lorde inglês,quem sabe(..?)

    Doutor Manabe é como um nato médico marroquino,pois o doutor lê os desejos ocultos sobre mudança de sexo(1 grande destaque do país) e começa com mudanças graduais,ou na melhor das hipóteses,ele preservou as feições do cara "serem tão perfeitas que parece uma mulher". Oo

    Descobrir "o grande segredo(ou pequeno.Não sei porque não li.)" é o medo dele,porém ele poderia ter dado uma daquelas desculpinhas de "Oni-chan" -embora não sei se disseram qual das gêmeas seria um pouco mais velha- e dizer que ela se enganou,ele sempre foi um homem e elaborasse um enredo que explicasse a dureza da separação entre irmãos e todo o dilema da identidade de gênero.Visto que a verdade é negada na ficção(PARADOXAL..?).

    Quanto à repetição de piadas,para alguns ela funciona: https://www.youtube.com/watch?v=4NdBuwBN3d4&hd=1 .Talvez mais como bordões(Vide o exemplo do YT).
    E por ventura muitos capítulos sem lingerie à mostra,que ousadia prum harém normal,e com aventuras sensuais fechadas,idem.

    *'Errata': Futari Ecchi e Danshi Koukousei no Nichijou não virem como opção significa que elas seriam admitidas se Pretty Face não o fosse?

    *Outros assuntos:
    1} notakuinsides e N,cujo vinha comentando em algumas postagens,são a mesma pessoa,não são?
    2} Argama parou(??) antes de analisar Arakawa Under the Bridge(seria a segunda vez na CdR =>
    http://mangathering.wordpress.com/2013/10/18/corrente-de-reviews-arakawa-under-the-bridge/) e tu não voltaste a postar desde esse em 7/11/2013.
    3} Marquei a postagem como 'Engraçado' porque pude entender a risibilidade da coisa(característica de ser risível: que se pode rir.O intuito geral do blog com factoides e nem tanto),achei acertada a decisão de não embarcar na provocação do elo anterior da CdR(uns a julgaram nos termos de dispensável).Por outro lado,não estou habituado ao alto-contraste da parte textual,cansa-me mais que o normal na leitura[Funciona pra postagens,no entanto se a pessoa se interessasse por um texto longo ou por várias postagens,num sei...].
    Conclusão,não vejo a pretensão/intenção de analisar todos os prismas de um tema,contudo não fica enrolando,não é um desperdício de tempo ou se perderia neurônios com a visitação.


    Sayonara!

    ResponderExcluir
  6. Mais um ano chegou e o otakuinsides nada postou.

    ResponderExcluir
  7. O site ta morto mesmo ? ;-;

    ResponderExcluir
  8. esse site sempre fica morto k

    ResponderExcluir